Gênesis1

1NO princ?pio criou Deus os c?us e a terra.

2E a terra era sem forma e vazia; e havia trevas sobre a face do abismo; e o Esp?rito de Deus se movia sobre a face das ?guas.

3E disse Deus: Haja luz; e houve luz.

4E viu Deus que era boa a luz; e fez Deus separa??o entre a luz e as trevas.

5E Deus chamou ? luz Dia; e ?s trevas chamou Noite. E foi a tarde e a manh?, o dia primeiro.

6E disse Deus: Haja uma expans?o no meio das ?guas, e haja separa??o entre ?guas e ?guas.

7E fez Deus a expans?o, e fez separa??o entre as ?guas que estavam debaixo da expans?o e as ?guas que estavam sobre a expans?o; e assim foi.

8E chamou Deus ? expans?o C?us, e foi a tarde e a manh?, o dia segundo.

9E disse Deus: Ajuntem-se as ?guas debaixo dos c?us num lugar; e apare?a a por??o seca; e assim foi.

10E chamou Deus ? por??o seca Terra; e ao ajuntamento das ?guas chamou Mares; e viu Deus que era bom.

11E disse Deus: Produza a terra erva verde, erva que d? semente, ?rvore frut?fera que d? fruto segundo a sua esp?cie, cuja semente est? nela sobre a terra; e assim foi.

12E a terra produziu erva, erva dando semente conforme a sua esp?cie, e a ?rvore frut?fera, cuja semente est? nela conforme a sua esp?cie; e viu Deus que era bom.

13E foi a tarde e a manh?, o dia terceiro.

14E disse Deus: Haja luminares na expans?o dos c?us, para haver separa??o entre o dia e a noite; e sejam eles para sinais e para tempos determinados e para dias e anos.

15E sejam para luminares na expans?o dos c?us, para iluminar a terra; e assim foi.

16E fez Deus os dois grandes luminares: o luminar maior para governar o dia, e o luminar menor para governar a noite; e fez as estrelas.

17E Deus os p?s na expans?o dos c?us para iluminar a terra,

18E para governar o dia e a noite, e para fazer separa??o entre a luz e as trevas; e viu Deus que era bom.

19E foi a tarde e a manh?, o dia quarto.

20E disse Deus: Produzam as ?guas abundantemente r?pteis de alma vivente; e voem as aves sobre a face da expans?o dos c?us.

21E Deus criou as grandes baleias, e todo o r?ptil de alma vivente que as ?guas abundantemente produziram conforme as suas esp?cies; e toda a ave de asas conforme a sua esp?cie; e viu Deus que era bom.

22E Deus os aben?oou, dizendo: Frutificai e multiplicai-vos, e enchei as ?guas nos mares; e as aves se multipliquem na terra.

23E foi a tarde e a manh?, o dia quinto.

24E disse Deus: Produza a terra alma vivente conforme a sua esp?cie; gado, e r?pteis e feras da terra conforme a sua esp?cie; e assim foi.

25E fez Deus as feras da terra conforme a sua esp?cie, e o gado conforme a sua esp?cie, e todo o r?ptil da terra conforme a sua esp?cie; e viu Deus que era bom.

26E disse Deus: Fa?amos o homem ? nossa imagem, conforme a nossa semelhan?a; e domine sobre os peixes do mar, e sobre as aves dos c?us, e sobre o gado, e sobre toda a terra, e sobre todo o r?ptil que se move sobre a terra.

27E criou Deus o homem ? sua imagem; ? imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou.

28E Deus os aben?oou, e Deus lhes disse: Frutificai e multiplicai-vos, e enchei a terra, e sujeitai-a; e dominai sobre os peixes do mar e sobre as aves dos c?us, e sobre todo o animal que se move sobre a terra.

29E disse Deus: Eis que vos tenho dado toda a erva que d? semente, que est? sobre a face de toda a terra; e toda a ?rvore, em que h? fruto que d? semente, ser-vos-? para mantimento.

30E a todo o animal da terra, e a toda a ave dos c?us, e a todo o r?ptil da terra, em que h? alma vivente, toda a erva verde ser? para mantimento; e assim foi.

31E viu Deus tudo quanto tinha feito, e eis que era muito bom; e foi a tarde e a manh?, o dia sexto.


Anterior1234567...4950
Tradução: João Ferreira de Almeida - Atualizada