A IMPORTÂNCIA DE SEMPRE OUVIRMOS A VOZ DE DEUS
TEXTO BASE: 1Rs 17:2-9

Neste estudo, vamos refletir sobre a importância de sempre ouvirmos a voz de Deus.

Quando decidimos seguir a Cristo, precisamos estar dispostos a ouvir a sua voz e a obedecê-lo. Como Ele mesmo disse, suas ovelhas conhecem a sua voz e a seguem (Jo 10,4).

Na história de Elias, vemos que ele era um profeta sensível à voz de Deus e por algumas vezes Deus lhe direcionou a mudar de lugar.

Aprendemos assim que aquele que decide viver em obediência a Deus passará por momentos em que terá que mudar de lugar.

Em 1Rs 17,2, está escrito que a palavra do Senhor veio a Elias e o direcionou a esconder-se perto do riacho do Querite.

Parecia uma ironia Deus esconder seu profeta, mas a saída de Elias era para sua sobrevivência. Seria por um tempo.

Querite era um lugar de conforto. Naquele lugar, corvos vinham trazer pão e carne a Elias diariamente (de manhã e de tarde) e ele ainda podia beber água do riacho. A provisão de Deus vinha a ele diariamente, fazendo com que suas necessidades fossem supridas.

Todavia, quando tudo parecia ir muito bem, o riacho secou-se por falta de chuva (1Rs 17,7). Então novamente a palavra do Senhor veio a Elias e o direcionou a ir a Sarepta (1Rs 17,9)

Como agir diante de decisões difíceis? Qual decisão tomar quando o rio secar?

Quando chega o momento da decisão, há dois tipos de pessoas:

  • Aqueles que rapidamente se movem debaixo do direcionamento de Deus.
  • Aqueles que resistem às mudanças com medo do desconhecido.

E você onde está? Tem obedecido à voz de Deus ou tem resistido?

O que deve ser mais importante na nossa vida deve ser obedecer a Deus. Não podemos cometer o erro de achar que as coisas estão no nosso controle.

Você obedece a Deus ou está apegado ao seu “Querite”? O que move o seu coração?

A caminhada com Deus é imprevisível. O mover de Deus é dinâmico. A vida com Deus é um chamado ao desprendimento. Devemos viver na dependência de Deus.

Precisamos caminhar na confiança de que, quando obedecemos a voz de Deus, Ele sempre suprirá as nossas necessidades. Em Sarepta, Deus também supriu as necessidades de Elias, novamente foi fiel e operou maravilhas.