Eu preciso acreditar e confiar no que Ele me diz
TEXTO BASE: Gl 2.20

Muito tem-se discutido em pregações acerca de confiança em Deus, porém, será que realmente estamos confiando plenamente em Deus e em Seu propósito? Hoje vamos aprender sobre confiança!

1-Como você demonstra sua confiança em Deus?

No no texto base temos o processo de morte para o antigo homem e novo nascimento com Cristo. Em Lc 9.23 nos fala um dos aspectos do novo nascimento: o negue-se a si mesmo. Isto representa renúncia das nossas vontades, ou seja, um dos principais pontos da confiança em Deus, se entregar ao governo de Deus e à sua vontade, que é boa, perfeita e agradável.

Enquanto não morrermos para nós mesmos, não estaremos sob o governo de Deus, pois a submissão envolve ter confiança que a morte na cruz foi totalmente suficiente para lavar nossos pecados e nos trazer de volta ao primeiro Amor.

É como está escrito em Rm 6.1-8, quem crê em Cristo e na graça salvadora também crê que com Cristo morremos e com Ele também revivemos em novidade de vida e já não somos escravos do pecado e da desconfiança, mas da confiança de que através da fé temos salvação.

2-Antes de tomada de decisões você age de que forma?

Outro ponto importante quanto a confiança no Pai é em relação a tomada de decisões, pois aquele que não confia inteiramente no Senhor dá mais voz a si mesmo que a voz do Espírito Santo, porém aquele que  confia inteiramente, toma decisões a partir daquilo que Deus diz (Pv 3.5-8), e essa consciência só se desenvolve a partir da submissão ao governo de Deus. É fato que nossos desejos, medos e anseios tendem a se sobrepor em nossos julgamentos para a tomada de 

decisões importantes, contudo aqueles que entregam integralmente sua vida nas mãos de Deus não vivem mediante seus próprios desejos, apesar de terem, colocam os desejos de Deus em primeiro lugar em suas vidas, pois a confiança de que Ele tem a resposta é maior que a confiança em si mesmos.

3- O que acontece quando você está preocupado?

Quando estamos preocupados ficamos ansiosos, com medo, perdemos o sono por causa de algo e focamos no problema a ser enfrentado, mas o Senhor nos admoesta a não andarmos inquietos (Mt 6.26-34), não quer dizer que não teremos mais preocupações na vida, mas sim que essas preocupações não movam o nosso viver, pois estas são como espinhos que sufocam a semente que no caso é a palavra de Deus, impedindo que foquemos em Deus. Temos de lembrar que o Pai é suficiente e nos sustenta em meio as aflições. Um verdadeiro treinamento de confiança nEle, afinal, Ele nos prometeu que estaria conosco independente das situações (boas ou ruins).

4- Porque você acha que atualmente é tão difícil confiar em Deus?

O ponto principal que nos faz ter dificuldades de confiança é o orgulho humano (Tg 4.6-7). Quando somos orgulhos acreditamos na força do nosso próprio braço, contudo o confiar completamente em Deus é um se entregar por completo a Ele, e isso envolve reconhecer que somos completamente dependentes dEle e da graça que nos foi concedida. O agir é dEle, e sempre será tudo sobre Ele e não há glória nenhuma em mim ou no meu agir. Devemos lançar fora o orgulho e aprender a depender mais do pai.